domingo, 25 de setembro de 2011

A marca de uma geração



Quando há vinte anos atrás o Rock já estava crucificado por muitos, Nevermind um disco de uma banda bem " tímida " chega ao mundo da música. Foi um dos poucos álbuns que marcou uma geração, não a geração Coca Cola que o Legião dizia mas sim a geração anos 90. Nesse post falo de dois discos especiais . Come On !

O Nirvana foi formado por Kurt Cobain e o baixista Krist Novoselic, e mais tarde o grande baterista Dave Grohl. Nevermind foi o segundo álbum do grupo que fez o termo Grunge, que na minha opinião é ressureição do Punk, e a quebradeira que gostamos de ver, só que banda surgidas em Seattle, uma cidade muito famosa nos Estados Unidos. Para que vocês entendam bem o Nirvana e tão o chamado Grunge o Pixies é uma ótima pedida. Há umas semanas atrás fiz um post de Sufer Rosa, um ótimo disco da banda que serviu de inspiração ao Nirvana.

Nevermind foi lançado em 1991 e logo de cara conquistou e vendeu mais de 20 milhões de cópias nos Estados Unidos. No começo percebemos a segunda coisa que chama atenção sem ser as músicas, estou falando de sua capa. O tão famoso bebê que faz arte de uma das capas mais legais que já vi.

Falando em suas músicas eu começo com o clássico Smells Like Teen Spirit, é impossível algum cidadão que gosta de uma boa música nunca ter escutado o clássico, contagiante e pesada como a bateria de Dave Grohl. Logo em seguida vem a ótima In Bloom e mais um clássico, só que dessa vez a minha preferida, Come As You Are com seu timbre inconfúdivel composta pelo ótimo compositor, músico e louco Kurt Cobain. Nevermind ainda guarda bastante surpresas e termina com classe.

Breed vem acompanhado por Lithium e Polly, duas músicas excelentes. A Polly tem um clipe maravilhoso feito pela banda, no qual eles sempre souberam transmitir com clareza e intensidade o Rock. Nesse meio tempo Kurt Cobain se afundava e dividia sua solidão com as drogas, triste que resultou três anos depois, em 1994 sua morte. É engraçado que depois de uma morte de um bom artista ainda jovem eles são endeusados. Paul MacCartney não causaria o mesmo impacto caso morresse como a morte de seu amigo John Lennon, mas enfim, Kurt Cobain foi um músico muito bom que se perdeu.

Nevermind foi um disco que causou um impacto tão grande naquela época que chega a ser absurdo. Hoje ele esta completando 20 anos de grande histórias e acima de tudo, um bom Rock N Roll. Feito e produzido genialmente.


" O disco que começa uma geração com pé direito "

Obs : Nevermind faz parte dos 50 discos que você deve ouvir antes de morrer

Mudando um pouco a data, vamos de 1991 para 1993 onde o Nirvana produziu um dos melhores shows acústico, o famoso Unplugged Nirvana, realizado em Nova York. A banda já estava consagrada e a ideia de o grupo realizar um acústico sempre foi equivocado, mas porque não ?

Esse acústico sem dúvidas mudou a história da banda, dos fãs e da série. Trouxe um Nirvana muito além do que costumamos a ver. Para fechar essa dobradinha eu recomendo muito ver e ouvir esse show ao vivo acústico da banda que é muito bonito do começo ao fim.

O detalhe é que as gravações e ensaios da banda teve um ar de despedida, que fora foi gravado cinco meses antes da morte de Cobain. Todos estavam esperando grandes clássicos e uma das coisas que surpreendeu foi que a banda não cantou nenhuma de seu primeiro álbum Bleach e cantou só três clássicos que seria About Girl, Come As You Are e Polly. Sem dúvidas faltou Smell Like Teen Spirit, mas concordo e estou de acordo com a desição do grupo em deixa - la de fora assim como outros . Primeiro não ia cai bem e eles queriam mostrar novos sons. Outra coisa que surpreendeu foi o ensaio, em que eles o fizeram em muito pouco tempo, assustando os organizadores e produtores.

Também ouve uma suposta parceria também estaria a rolar, todos esperavam Eddie Vedder do Pearl Jam, mas chegou aos palcos os irmãos Meat Puppets que a banda sempre foi grande fã.

" Uma das melhores apresentações de Kurt Cobain deixando todos de boca aberta "

Enquanto ao seu repertório eu achei fantástico. Com seus três clássicos citados ouve muito cover, com a ótima Jesus Doesn´t Want Me For A Sunbeam dos Vaselines, The Man Who Sold The World do mestre David Bowie, três dos Meat Puppet com os irmãos, incluindo a sensacional Lake Of Fire e uma do Leadbelly. Fora as da banda que forão muito bem tocadas e interpretadas.

Foi um show bem bonito mesmo, e a prova do talento de Kurt Cobain esta nesse espetáculo. Quem costumava a desafinar e babar nos microfone a cada apresentação em que o conjunto subia ao palco, Kurt dava show. Pondo sentimento de amor, ódio e saudade em cada música, dos momentos calmos até os de explosão, mesmo sendo mínimo. Maravilhoso.

O Nirvana foi uma banda excelente e esses dois álbuns são indispensáveis. Marcou muito mais do que uma época, entrou para a história definitivamente e abalou o mundo da música. Os anos 90 nunca seriam os mesmos sem o Nirvana para o mundo do Rock.


Abraços, participem de nossa promoção valendo dois grandes prêmios do Metallica, um cedido por nós e o outro pela loja Alquimia Rock Shop, nosso grande parceiro.

Entrem e comprem sua camiseta, mas antes disso vote no Destroyer para o prêmio Top Blog.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Mixtape : Tiozões do Rock


Agora pouco, me veio a ideia de fazer uma Mixtape. Para quem não sabe, é um espaço aonde você compila e divide músicas a partir de um determinado tema. Na nossa estréia, temos os Tiozões do Rock; nomes consagrados e que apresentam já uma idade avançada, mas que não deixam a peteca cair de jeito nenhum. Levando em conta que eles ainda produzem um disco, além de suas turnês mundiais, fiz uma seleção de músicas atuais que vai provar que estou falando a verdade. E lembrando que Mixtape é bem parecido com as Playlists, mas não vou misturar os dois, até porque as Playlists são exclusivas de posts, e as Mixtapes tem os temas bem mais diversificados. Confiram.

Ozzy Osbourne - Let Your Me Scream, álbum Scream ( 2010 )


É a maior prova viva que nosso querido " Madman " nunca deixou a peteca cair. Poderia muito bem listar aqui, excelente canções de seus discos anteriores, como Black Rain de 2007, mas resolvi trazer o último disco do cara, lançado no ano passado no seus 62 anos de idade. Let Your Me Scream é uma ótima música, mostrando que Ozzy rejuvenesce a cada dia. Mesmo não tendo uma voz potente e afinada, o carisma e a paixão do Rock, move o músico.

Desde os tempos do Black Sabbath até os dias atuais, é para poucos.

Whitesnake - I Need You (Shine A Light), álbum Forevermore ( 2011 )


O Whitesnake também é um grande exemplo de tiozão digno nessa lista. Creio que se eles fossem chamados de tiozão, assim como todos os outros dessa seleção, iriam ficar bravos. David Coverdale vem a tempos revigorando a Cobra Branca com músicos competentes, deixando a passagem de grandes nomes como os ex - Purples; Ian Paice e Jon Lord, e os guitarristas Steve Vai e Adrian Vandeberg.

Forevermore é muito bom e mostra que o Whitesnake com seus mais de 30 anos sabe muito bem balançar o Rock N Roll. A faixa escolhida foi I Need You ( Shine A Light ) que traz bem a pegada Hard Rock oitentista.

Jeff Beck - Serene, álbum Emotion e Commotion ( 2010 )


Representando os guitarristas, Jeff Beck arrebenta nesse clássico de Emotion e Commotion, um dos melhores álbuns da década. A faixa Serene é uma das muitas bonitas do disco. E lembrar que desde Truth, feito a mais de 40 anos atrás, o som do cara não mudou. Só se renovou e brilhou.

Iron Maiden - Satellite 15...The Final Frontier, álbum The Final Frontier ( 2010 )


O Iron Maiden nesse disco, comprovou mais ainda porque sempre recebeu o título de uma das melhores bandas de Heavy Metal. The Final Frontier não chega nem aos pés de seu auge, mas apresenta bons momentos, como a faixa Satellite 15.

O amor que eles sentem em vir para o Brasil, também ganha o posto na lista.

Motorhead - Born To Lose, álbum The World Is Yours ( 2010 )


O Motorhead também é outro que ganha mais força e brutalidade a cada disco lançado. The Wörld Is Yours nos brinda com uma faixa em que Lemmy senta a mão. A faixa de entrada, Born To Lose, mostra a fúria tradicional da banda, que vai de solos rápidos a elaborados. A voz de Lemmy nunca muda, impressionante.

AC/DC - Skies On Fire, álbum Black Ice ( 2008 )


Quando o AC/DC comprou sua auto - estrada para o inferno, eles nunca pararam desde então. Mesmo sob a morte de um vocalista tão marcante como Bon Scott, Brian Johnson chegou e assumiu o posto tão respeitado. O AC/DC não para, e escolhi Skies On Fire do álbum Black Ice.  A música é muito foda.

Rolling Stones -  Streets Of Love, álbum A Bigger Bang ( 2006 )


O Stones é um exemplo clássico de um grande Tiozão. A banda está junto na estrada a mais de 40 anos. A chance de você encontrar uma banda que consiga estar tanto tempo assim e fazer um grande sucesso, é de 0,001 % , ou seja, impossível. Escolhi Streets Of Love, uma simpática balada do grupo, que faz parte desse bom disco. desde sua capa até seus solos, lembrando muito o auge do grupo nas décadas anteriores, chegando ao patamar da época do ouro, que foi a transição entre Beggars Banquet até Exile On Main St.  Assim como o Ozzy a turma do Stones é um caso raro na música e na história do Rock.

Bis :

Scorpions - Raised On Rock, álbum Sting In The Tail ( 2010 )

Em homenagem ao Scorpions deixo Raised On Rock. A ótima e contagiante música de abertura do disco de despedida dos caras, uma grande banda que se foi. Também o Judas se despediu e Nostradamus de 2008 é uma ótima pedida aos metaleiros.

A seleção completa :

Let Your Me Scream - Ozzy Osbourne
I Need You  ( Shine A Light ) - Whitesnake
Serene - Jeff Beck
Satellite 15 - Iron Maiden
Born To Lose - Motorhead
Skies On Fire - AC/DC
Streets of Love - Rolling Stones

É claro que faltou muitas bandas e artistas que ficaram de fora. Destaco John Forgety, Alice Cooper, Kiss, Lynyrd Skynyrd, Rush, Metallica e muitos outros. Eu posso fazer uma segunda parte mais para frente, mas agora quero saber qual música você escolheria ? de qual banda ? Deixe nos comentários..

Até a próxima Mixtape e participe de nossa promoção valendo um super prêmio do Metallica.


domingo, 11 de setembro de 2011

Promoção Banda premiada


Para quem não sabe o blog completou dois anos há um tempo. Por isso decidi fazer uma promoção, comemorando esses dois anos na blogosfera. A promoção é façil e só vou exigir uma coisa ! Criatividade. Você não terá que ser obrigado a nos seguir e divulgar como na última promoção. Só pesso que usem uma das grandes armas do seres humanos, a criatividade.

A enquete que fiz há duas semanas foi bastante disputada, tivemos mais de 70 votos e um empate entre quatro bandas. Depois de mais uma enquete que desempatou, a banda prêmiada é o Metallica.

A única coisa que exigirei é que você defina o que é ROCK em apenas uma frase. Solte a criatividade e ganhe um super prêmio do Metallica que vocês não se arrependeram.

Espero que todos participam e as frases deverão ser postadas nos comentários desse post.

É isso ai, e um mês é tempo suficiente para termos uma grande frase.

 Até mais !!!


segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O grito de um rei



Farrokh Bulsara foi um dos grandes nomes do Rock ! Você não conhece esse nome, e acho bom nem tentar pronuncia - lo. É bem mais façil você falar Freedie Mercury, aquele mesmo cara que ficou conhecido por cantar grandes clássicos do Queen e pronunciar pelo mundo inteiro uma das frases mais intrigantes " Nós queremos o Rock, e agora "

É improvável encontrar um rockstar nascido na África e ter feito um sucesso profundo mundo afora como Mercury. Sempre foi muito talentoso e dono de uma voz grandiosa que vem conquistanto décadas e décadas. Seu ínico na música foi através de um humilde piano, onde todos perceberam que ele tinha um dom gigante.

Na faculdade conheçeu o baixista Tim Stafell e assim se juntou ao Smile que continha mais dois talentos : o baterista Roger Taylor e o guitarrista Brian May. Stafell saiu e assim o ótimo baixista John Deacon se juntou formando uma das grandes bandas mundial, o Queen.

A sua carreira no princípio foi bem movimentada, pondo o Queen na forma mais experimental ao lado do Rock Progressivo e Óperas Rock. Deixando seus cabelos longos, pondo o visual Glam o grupo já era grande quando fez a épica " Bohemian Rhapsody ". Depois ao movimento mais Hard Rock e anos 80, pondo para mim a melhor fase do Queen, com clássicos maravilhosos como " I Want To Break Free ", " Kind Of Magic ", " We Will Rock You " e entre muitas outras.

Ainda na década de 80 conquistou com seus discos solos em sua fase pop. Mr. Bad Guy foi muito bem recebido, principalmente com a simpatia de  " I Was Born to Love You " , mas Mercury é daqueles caras que ou você ama ou odeia. Sozinho ele é grande, mas com o Queen ele é genial.  Em 88 ele lança seu segundo álbum, pronunciado apenas como Barcelona, fascinado por Ópera gravou o álbum com  Montserrat Caballé, uma de suas influências.

1991 ficou marcado pelo ano em que nos deixou, vítima do HIV. Em 92 um ano depois de sua morte foram lançado dois álbuns póstumos em seu tributo. Show tributo maravilhoso feito pelo seus amigos músicos, dentre eles estão Robert Plant, Roger Daltrey, David Bowie e Axl Rose. É um dos grandes shows que eu já vi.

Se estivesse vivo completaria 65 anos, mas não estou fazendo esse post por essa data, e sim porque ele merece de certa maneira. Freddie Mercury sempre foi um compositor e poeta magnífico para o mundo do Rock e da música. Mercury nos deixou um grande legado, deixou nada além do que a música e mais uma maneira de se pensar.

Obrigado Mercury !



Semana que vem teremos uma promoção anunciada. Não percam !
Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados