segunda-feira, 24 de junho de 2013

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Freddie Mercury - Senta lá e aprende


Que Freddie Mercury foi dono de uma das mais belas vozes da história do Rock, isso ninguém discute. Mercury segurava como poucos uma plateia de mais de 100.000 mil pessoas, só não voltava morto porque o público não aguentava e cantava cada música. Durante todos esses anos o Queen se mostrou uma das bandas mais consistentes em palco, e não só era o vocalista que segurava as pontas, Brian May, John Deacon e Roger Taylor eram tão grandes quanto. 

Ultimamente saiu pelo youtube algumas compilações de gravações realizadas pelo Queen. E o protagonista foi Mercury, que em cada vídeo traz um clássico da banda, cantado somente pela voz do músico.

Isso sem dúvidas marca um talento de uma época em que a tecnologia estava muito distante dos dias de hoje. O maior exemplo foi que a banda gravou a ópera de " Bohemian Rhapsody " do épico A Night at the Opera ( 1975 ) em centenas de dias e takes. De fato, não é para qualquer banda.

Falar da história do Queen e todo seu legado é perda de tempo, pois todos nós já sabemos de sua importância. Agora, para vocês não perderem a viagem, vejam a pérola " Somebody To Love " como você nunca ouviu.

Chega a arrepiar :


-------------------------------------

Post também publicado no blog Comissão do Rock

segunda-feira, 3 de junho de 2013

E bateu aquela vontade... #1

Começo de semana é sempre aquela dureza, mas não deixe que aqueles dias ruins te atropele.

Bateu aquela vontade de ouvir :



E falar que Bob Dylan nunca lançou um disco bom depois de Nashville Skyline de 1969, é não gostar de Bob Dylan. Infidels de 1983 foi mais um ponto alto da carreira do músico, que não parou por ai.



Um disco quase perfeito, uma música essencial. Esse foi o ano de 1985 para o Dire Straits, ano que marcou a carreira do grupo e do Rock britânico para sempre.



Passar a semana com Janis Joplin é perfeito, não mais que acompanha - la sempre. " To Love Somebody " é a música perfeita para esquecer seus problemas. Crazy Janis, Cry Joplin.

Até mais !
Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados