quinta-feira, 24 de maio de 2012

Os maiores poetas


Quando a poesia se juntou com o Rock, vimos de perto mais um casamento perfeito no mundo da música. Esse post é para mostrar apenas alguns dos maiores poetas da história do Rock. Bob Dylan, John Lennon foram mestres, mas sim, existiu muita gente melhor do que eles. 

Raul Seixas 

O Seixismo foi a era mais maluca beleza do Brasil e do mundo. Raul era talento nato e seu único erro foi nascer brasileiro, pois se fosse americano, hoje ele seria um mito mundial. Raul Seixas nasceu na Bahia e já dizia que um dia a terra iria parar, que nasceu há 10 mil anos atrás e era o inicio, o fim e o meio. Seus clássicos são grandiosos, Krig- ha/Bandolo e O Dia em que a Terra parou são suas maiores pérolas. Raul além de fazer roquenrou era filosófio, visionário. E só pensar que ele queria ser uma mosca.



Cazuza 

Carioca que dizia que o Tempo não para, aconselhava para o Brasil mostrar sua cara e que tudo que fazia era parte de seu show. Cazuza começou no Barão Vermelho no começo da década de 80 e conquistou todos com Frejat e cia. Mas seu auge chegou quando ele se tornou Exagerado em 1985. Alguns anos depois, com fisionomia de debilitado, sem aqueles caxos, lançou o maravilhoso Ideologia. Morreu em 1990 pelo vírus da AIDS, vírus que também interrompeu nosso próximo poeta.



Renato Russo

Direto do planalto central, Renato Russo era mais um dos gênios criado pelo Brasil. Criticou como ninguém o Brasil quando lançou a pergunta : Que pais é esse ? . A frente do Legião Urbana trouxe o Rock Nacional ao mais alto patamar e só não foi para o mundo porque não quiseram. Renato, gênio, romantista, poeta, já falava por ai que nem tudo foi tempo perdido, que é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã e que sonhos vem, sonhos vão, o resto é imperfeito.

Um comentário:

Deixe seu comentário e sua opinião, pois é muito importante para nós. E lembrando que todos comentários serão analisados e respondidos.

Obrigado pelo comentário e Volte sempre.

Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados