segunda-feira, 30 de maio de 2011

50 discos de Rock N Roll que você deve ouvir antes de morrer.



A cada medida que nosso blog foi crescendo, foi sem dúvidas devido ao seus posts. As formidáveis listas fazem parte de nosso mundo, e hoje, com muito prazer, apresento a vocês nossa lista mais grandiosa e difícil.

Não iremos tratar de somente 5 discos, como de costume, e sim, iremos tratar de 50. Em uma pesquisa detalhada entre amigos rockeiros, os plantonistas da web rock e meu gosto pessoal, cheguei a uma lista em que ninguém discordará. Para falar a verdade, sempre há alguém, não é ?.

Nosso objetivo é fazer qualquer cidadão virar fã de Rock na base desses 50 clássicos, nem que seja somente uma banda. Poderiamos relatar inumeros discos que você deve ouvir antes de morrer, mas esses são a bola da vez. Caso gostarem, posso voltar e fazer mais uma  novamente.

Lembrando que essa lista não classifica os melhores álbuns de todos os tempos e sim, 50 que vocês devem ouvir antes de morrer . Não querendo repetir as bandas, tentamos pegar cada ponto da história do Rock, levando bandas desde o Rockabilly ao Grunge.

Esta lista também é pessoal e não tem ordem de classificação do melhor ao pior, nossa intenção não é mostrar o melhor disco, e sim os 50, sem priorizar nenhum nem outro. Sirvam desses álbuns  para conhecer mais a bandas citadas.

Agora, sem mais papo furado, que tal saber quais são os 50 discos do Rock N Roll que você deve ouvir antes de morrer !

Veja também : 50 discos ao vivo que você deve ouvir antes de morrer e 50 discos dos anos 80 que você deve ouvir antes de morrer

- Led Zeppelin IV ( 1971 ) – Led Zeppelin


O quarto disco do Zeppelin é genial, e foi uma dos maiores presentes que o Rock já nos proporcionou. O disco desde a pegada de Black Dog a linda Going California é impecável. Impossível morrer e não ouvir essa pérola feita por Robert Plant, Jimmy Page, John Bonham e John Paul Jones.

- Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band ( 1965 ) - Beatles


Se eu deixaria os Beatles de fora eu seria realmente um louco. É muito difícil escolher um álbum para representar o quarteto de Liverpool, mas Sgt. Pepper´s é um dos discos que fez a ruptura do Rock N Roll, e é sem dúvidas a melhor escolha. Impecável desde a faixa – titulo, passando pela viajante Lucy in The Sky Diamond até a brilhante A Day in Life. Genial.

- Pronounced Lynyrdy Skynyrd ( 1969 ) - Lyrnyrd Skynyrd


O Southern Rock é um estilo que aprecio muito e uma banda que melhor representa é o Lynyrdy Skynyrd. Vindo de Mississipi a a banda é sensacional e seu primeiro álbum agradou o mundo logo de cara. Músicas com belas melodias que fazem a banda um expoente do gênero e do Rock. Tuesday's Gone e Simple Man é o que diga.

- Appetitte for Destruction ( 1987 ) – Guns N Roses


Cinco jovens com longas cabeleiras, um cigarro na boca, uma Jack Daniels na mão e uma aparência nada das melhores, fizeram um dos álbuns mais quentes que o Hard Rock já viu. O Guns N Roses é uma das bandas mais famosas da história, e merece ser tão reconhecida assim. Uma banda talentosa que gerou clássicos como Sweet Child O Mine, Welcome The Jungle e Paradise City. Até penso se Appetitte é uma espécie de coletânea.

- The Dark Side Of The Moon ( 1972 ) – Pink Floyd


O Pink Floyd sempre teve uma sonoridade de respeito, mas esse respeito acabou quando surgiu o sensacional The Dark Side Of The Moon. O negócio a partir do momento em que David Gilmour anunciava o refrão de Time, o riff de Money era minha santidade. Um disco brilhante e conceitual.

- Crime Of The Century ( 1974 ) – Supertramp


Afinal, quem é Supertramp ? Deve ter algum leitor se perguntando o que essa banda deve estar fazendo nessa lista.
A resposta é simples e direta, o Supertramp foi uma banda brilhante que fez ao Rock Progressivo esse grande disco. Vamos lembrar que essa lista também é pessoal.

Que tal sonhar um pouco ? Bom, basta tirar sua conclusão.

- Disraeli Gears ( 1967 ) – Cream


Como não citar o Blues – Rock de Eric Clapton, com a ótima levada de Jack Bruce e os bumbos de Ginger Baker ? Disraeli é ótimo e te faz viajar na viajem do grupo em seu Psicodelismo. Começe por Sunshine for Your Love.

- Nevermind ( 1990 ) - Nirvana


Outro disco sensacional, só que dessa vez tem o timbre do Nirvana. No começo dos anos 90 o Grunge estava ditando as regras, e Nevermind estava ditando o topo das paradas da Billboard. Come As You Are, Smell Like Teen Spirit e mais alguns clássicos em alto e bom som. Ouçam e sintam.

- 1984 ( 1984 ) - Van Halen

Há meu querido Van Halen. Tamanha qualidade e genialidade posta nesse disco de 1984. Eddie Van Halen, David Lee Roth e Cia estavam detonando em peso do Hard Rock oitentista. Na pegada ínconfudível de Panama passando pela épica Jump. Clássico de uma de minhas bandas preferidas.

- The Black Álbum ( 1991 ) - Metallica


De uma sequência arrasadora de ótimos discos , o poder e a força bruta do Metallica volta em mais um grande álbum. Entrosamento e muito metal nesse disco excelente. Da clássica Enter Sandman até a brilhante Nothing Else Matters . Maravilhoso.

- The Joshua Tree ( 1987 ) – U2


Aqui um disco muito bonito do U2. O conjunto não é nada convencional e seu Rock sempre foi muito bom. É um lindo álbum que te faz emocionar com I Still Haven't Found What I'm Looking For e With or Without You. Emocionante.

- Who Next ( 1971 ) – The Who


O Who é típico uma banda clássica. O grupo incorporou elementos durante sua carreira que fez deles maestros, e para mim foi uma das primeiras banda a mostrar o que é o Rock. Esse álbum é o seu talento, das vozes de Roger Daltrey até os acordes enfurecidos de Pete Townshend. Para muitos é considerado uma das melhores bandas de Rock.

- Paranoid ( 1971 ) – Black Sabbath


Quando quatro rapazes de Birmingham se reuniam, era para tocar Jazz. Mas depois que quatros rapazes começavam a tocar, era para tocar Heavy Metal. Canções fortes, envolventes e clássicas, fazem parte do mundo do Black Sabbath. Ozzy, Iommi, Ward e Butler nasciam ao mundo para serem os deuses do Heavy Metal. Essencial.

- Back In Black ( 1980 ) – AC/DC


Parecia que o mundo estava perdido para o AC/DC quando ficaram sabendo da morte de Bon Scott. A tristeza foi profunda, mas isso não chegou abalar o projeto desse incrível grupo.

Por recomendação do falecido Bon, Brian Johnson chega, e para ficar. Um dos discos mais vendidos de todos os tempos, mudou a história do Hard Rock definitivamente.

- The Number Of The Beast ( 1982 ) – Iron Maiden


Iron Maiden no começo era soado como Punk – Heavy. o seu começo foi bom, mas nada que se compara quando o vocalista Bruce Dickinson assumiu e fez a Donzela chegar ao topo. The Number Of The Beast é tudo que um álbum de Heavy Metal precisa ter : Força, garra e qualidade.

- Never Mind The Bollocks, Here's The Sex Pistols ( 1977 ) – Sex Pistols


O Sex Pistols foi uma das bandas pioneiras do Punk Rock. Gosto bastante do Punk Rock, e minha banda favorita é o Ramones, mas o Sex Pistols através desse disco representa melhor. O primeiro disco dos caras é pretencioso, ambicioso e ótimo. Os Pistols jamais esconderam sua insatisfação pelo “ mundo “ em maneira geral. O melhor jeito de o mundo ver, no melhor álbum de se ver.

- A Night at the Opera ( 1975 ) – Queen


É muito difícil escolher o melhor disco para representar o Queen nessa lista. A banda tem sua discografia bem diversificada, desde Rock Progressivo, Ópera Rock ( também executada tempos antes pelo The Who) ao Hard Rock. A Night at The Opera é um álbum completo, com a linda performance de Freddie Mercury, os solos brilhantes de Brian May e a cozinha de Roger Taylor e Deacon. A linda Bohemian Rhapsody esta fazendo parte desse clássico, obrigatório a cada show espetacular que a banda fazia.

- Slide It In ( 1984 ) – Whitesnake


Depois de Jon Lord e Ian Paice passando pela famosa Cobra Branca, o Whitesnake chega em se auge depois de vários discos de qualidade. Coverdale e Cia produziram um discasso do Hard Rock, tudo o que o Whitesnake que conhecemos. Recomendo a qualquer rockeiro.

- Machine Head ( 1972 ) – Deep Purple


Machine Head é o álbum mais vendido e de maior sucesso do Deep Purple. Para representar o Hard setentista em sua melhor forma é com esse disco. Smoke On The Water, Highway Star e entre outras balançam as cabeças de muito rockeiros ainda. Clássico de Blackmore, Ian Gillan, Ian Paice, Jon Lord e Roger Glover.

- Pyromania ( 1983 ) – Def Leppard


Depois de duas tentativas de fazer sucesso com o Heavy Metal o Leppard apela para um som mais comercial e menos pesado. Pyromania é outro disco que marca a bela fase do Hard Rock oitentista. Riffs, solos, mulheres e muito Rock nesse clássico do Def Leppard.

- Brother In Arms ( 1985 ) - Dire Straits


Antes mesmo de fazer Brother In Arms, Mark Knopfler e cia já tinham produzido Sultans Of Swing. Era uma banda ainda subestimada, mas acredito eu que essa dúvida sobre a banda acabou quando chegou as lojas Brother In Arms de 1985. Um álbum brilhante com uma sonoridade excelente.

- Jailbreak ( 1979 ) – Thin Lizzy


Um Hard Rock cru, seco e direto ao ponto. Esse é o lema do Thin Lizzy, que em 79 lançava Jailbreak, um dos inúmeros clássicos do Rock. Phil Lynott e Scott Gorham fazem uma dupla emplacável em um dueto entre baixo e guitarra.
A banda já vinha encantando, mas com The Boys Are Back Town na bagagem, nem se fala.

- British Steel ( 1980 ) – Judas Priest


Aqui outro discasso de Heavy Metal. Antes mesmo do Maiden emplacar, o Judas de Rob Halford já tinha lançado British Steel, o álbum símbolo do hino do Heavy Metal. Esse álbum teve uma importância absurda para o movimento, também, produzido com talento e dedicação. Ouçam e viajam pelos hinos do Heavy Metal.

- Love at First Sting ( 1984 ) – Scorpions


Mais um disco cinco estrelas em nossa lista. O Scorpions da uma ferroada gigantesca em sua carreira e produz essa pérola que é Love at First Sting. Costumo dizer que é um álbum completo, riffs, refrões, baladas. Um triunfo do Hard Rock.

- Aerosmith ( 1973 ) – Aerosmith


Cinco jovens rapazes formando uma banda de Hard Rock nos anos 70 gerava muita expectativa. Aqui o Aerosmith em sua grande estréia, e nada de Purple que era a sensação do momento. Um compacto quente e ótimo a lá a turma do Zeppelin, que faz do conjunto uma excelente banda. Dançante como Mama Kin e contagiante como a bonita Dream On.

- The Velvet Underground And Nico ( 1967 ) – The Velvet Underground


Que tal acordar e colocar esse grande disco que é The Velvet Underground And Nico. Dando play já se depara com a bela Sunday Monday envolvendo a voz de Lou Reed.

E deixando rolar tem outras excelente músicas. O álbum é muito bom e vale a pena ouvir.

- Destroyer ( 1976 ) – Kiss


Se aqui já temos o álbum mais quente, eis aqui a banda mais quente. Destroyer é mesmo destruidor, e faz da banda mais um motivo de um clássico. Detroit Rock City, God Of Thunder e muitas outras marcam essa bela fase. Quando o Rock namora com a diversão da nisso, da em Kiss.

- Synchronicity ( 1982 ) – The Police


O Police sempre foi conhecido por juntar Reagge e Rock. Juntou, e muito bem, por isso ganhou seu posto aqui. Synchronicity é um excelente disco para conhecer a banda do trio de Sting. Every Breath You Take é linda e fica como a cereja do bolo.

The Doors ( 1969 ) – The Doors


Quatro rapazes americanos naquela época tentando fazer Rock eram subestimados. Quando Jim Morrison e cia berravam The End e Light My Fire, muitos diziam que só podiam ser ingleses. Não era, e daquele disco nascia um poeta do Rock que era Morrison. Brilhante.

- Beggars Banquet ( 1968 ) – Rolling Stones


O Blues e o Rock nunca se encontrarão tão perfeitamente com o Stones. Mick Jagger, Keith Richards, Brian Jones e Charlie Watts fizeram esse grandioso álbum para o mundo do Rock admirar. Poderia selecionar muitos outros, mas esse é um dos auges do grupo. Auge que resultou em Sympathy Devil, Angie e outras excelentes músicas. O último disco de Brian Jones, no qual ele se jogou por inteiro. Brilhantemente feito pela banda.

- Blizzard of Ozz ( 1980 ) – Ozzy Osbourne


Depois de ser despedido do Black Sabbath, Ozzy estava na profunda depressão e solidão. Bastava conhecer duas pessoas para tira – lo do fundo do posso.

Uma era Sharon Osbourne, sua futura esposa na época, e a outra era nada mais nada menos que Mr. Randy Rhoads, o talentoso guitarrista que faz tremer Crazy Train, Mr. Crowley e outros clássicos de Blizzard. Adaptado aos anos 80 Ozzy chega ao topo das paradas.

- (What's the Story) Morning Glory? (1995 ) – Oasis


O Oasis é uma das mais atuais que esta nessa lista. Sempre gostei dos irmãos Gallaghers e What´s Mornig Glory é um grande disco como o primeiro da banda. Em virtude é um álbum bonito e talentoso. Sintam.

- Ten ( 1991 ) – Pearl Jam

O Pearl Jam é outro expoente do Grunge junto com o Nirvana. Seu primeiro disco Ten, é um clássico em todos os sentidos. A ótima voz de Eddie Vedder junto com a levada de sua ótima banda reunido em um só disco. Ouçam no último volume, pois o Rock é assim.

- Highway 61 Revisited ( 1965 ) – Bob Dylan


Bob Dylan é um músico genial, e assim criou em 65 o ditado de Like A Rolling Stone. Dylan sabia o que fazia, e Highway 61 Revisted também. Uma interpretação junto com uma bela voz faz desse um álbum de prato cheio. Um amante da boa música não poderá perder esse disco, e claro, a Bob Dylan.

- Billion Dollar Babies  ( 1973 ) - Alice Cooper


Se formos falar de uma personalidade querida do Rock, falaremos de Ozzy Osbourne, mas porque agora não podemos falar de Alice Cooper ?.

Alice sempre foi um músico de qualidade que esbanja carisma para tudo que é lado. Enrolado sobre sua “pequena “ Jibóia , Billion Dollar Babies marca a fase dessa criatura do Hard Rock setentista. Contagiante, interessante e viciante é a característica desse álbum, feito como uma bala.

- Fire And Water ( 1971 ) – Free


Eu posso falar que uma raridade do Rock é o Free. A linda voz de Paul Rodgers misturada com a guitarra de Paul Kossoff faz deles uma banda gigantesca em sentido de qualidade. O Blues e o Rock no último volume começado pela faixa – titulo só é ofuscada pelo eterno clássico do Rock, All Right Now.

- Zigg Stardust ( 1972 ) - David Bowie


A androginia do personagem Stardust de David Bowie mexeu com o mundo a década de 70. Esse disco melhor o representa nessa fase.
Sobre as frases da bela Starman, Zigg Stardust chega ao topo das paradas e vira um disco consagrado. Mais tarde Bowie larga o personagem e faz por ele mesmo. Uma bela fase de um belo álbum.

- Moving Picutures ( 1980 ) – Rush


Não deixaria o Rush de fora de jeito nenhum. A banda sempre teve uma discografia bem diversificada, passando pelo Hard Rock até chegar ao Progressivo que é marcado nesse grande álbum. Moving Pictures é excelente, e a banda serve como exemplo e influência para muita banda que esta começando.

- A Trick Of The Tail ( 1976 ) – Genesis


O disco de estreia do mago Phil Collins é muito bom, passando pelas diversas portas que o Rock nos proporciona. É o álbum que antecede a bela fase pop da banda. É mesmo a maior evidência que Collins é um gênio.

- Are You Experienced ( 1967 ) - Jimi Hendrix


Um jovem negro bluseiro do Estados Unidos tentando fazer fama era muito normal. Mas ninguém jamais ousaria que um negro deixaria para trás o posto de "GOD" de Eric Clapton e a fama de Jeff Beck.

Jimi Hendrix conseguiu através de uma banda competente e sua garra. Tamanha garra e peso em sua Stratocaster e seu jeito louco de se vestir e tocar. Hendrix conquistou a America e se não fosse ele, o mundo da guitarra seria muito diferente. Revolucionário.

- Stay Hungry ( 1984 ) – Twisted Sister


Eis aqui uma banda boa que melhor representa o Glam Metal. O famoso Metal Farora para nós não é melhor tocado sem ser o Twisted Sister. Stay Hungry é um disco que um Glam Metal tem de melhor. I Wanna Rock e We're Not Gonna Take It viram hinos na voz do grande frontman Dee Snider.

- London Calling ( 1979 ) – The Clash


Aqui outro grande pioneiro do Punk Rock. The Clash caprichou nesse ótimo álbum e fez a cara do Pós – Punk e outro estilo legal que é o New Wave. Muita pegada e muito Punk faz deles uma banda ótima.

- Ace Of Spades ( 1980 ) – Motorhead


O Motorhead mostrou ao mundo o seu Punk brutal, ou o seu Punk – Heavy como preferir. A voz rouca de Lemmy junto com a pegada incondicional do resto do grupo faz Ace Of Spades, um dos clássicos que o metaleiro leva como hino.

- Argus ( 1972 ) - Wishbone Ash


O Iron Maiden sempre disse em suas entrevistas que teve sua influência do Wishbone, principalmente de Argus. O álbum é outra pérola citada aqui, Folk, Rock Porgressivo, Heavy Metal e Hard Rock estão presentes nesse clássico que junta tudo o que o Rock tem de bom.

- Here's Little Richard ( 1957 ) – Little Richard


Poderia muito escolher Elvis, o rei do Rock, mas Here´s Little Richard também é tudo o que Elvis tem de melhor. Little Richard manda ver no Rockabilly, Pop Rock da época e afins. Representando os anos 50, fiquem com esse belo álbum em tributo a Elvis.

- Thick as a Brick ( 1972 ) - Jethro Tull

O Jethro Tull foi uma das bandas que sempre levou o nome do Rock Progressivo nas costas. Ian Anderson no seu auge fez um ano depois de Aqualung, Thick as a Brick. Ouça com o tempo e com calma, ai você percebera a qualidade do grupo. O melhor começo com o melhor final.

- Escape ( 1981 ) – Journey


Para representar o AOR, aquele famoso e bom Rock melódico, nada melhor do que o Journey. Começando os anos 80 com o pé direito Steve Perry da os pontapés com um "HIT" dos anos 80, Don't Stop Believin. Ele quis dizer : “ Bem vindo aos anos 80 “.

- Images And Word ( 1992 ) - Dream Theater


O Metal Progressivo ganhou força nos anos 80, e a banda que faz dele um ponto de referencia é o Draem Theater. Images And Word é traz o melhor dos elementos do metal e junta com os do Rock Progressivo. Um álbum da banda mais versátil do mundo. Interessante.

Californication ( 1999 ) – Red Hot Chili Peppers


O Red Hot era uma banda bem alternativa, e representando todas as bandas do gênero a turma de Sea e Chad Smith mandaram ver em Californication, assim como o talentoso John Frusciante, dando ritmo ao Rock e a músicas bem bonitas também. E ainda falavam que não havia Rock na década de 2000 bom, ta ai o Red Hot para provar o contrário.

Long Live Rock N Roll ( 1978 ) – Rainbow


Para fechar com chave de ouro, nada melhor de terminar com a frase Long Live Rock N Roll pronunciada pelo grande Dio.

Você achava que ia deixar de fora algum disco dele ? Em sua última passagem pela peça rara do Rainbow, Dio arrebenta em uma paulada certeira. Ótimo, e é em tributo a esse grande vocalista e a junção entre o Heavy Metal e o Hard Rock. Long Live Rock N Roll a vocês.


Menção Honrosa :

Que pais é este ? ( 1987 ) - Legião Urbana

O legião é uma banda muito boa que fez esse clássico para a música e o Rock brasileiro. Renato Russo, Dado Lobos e Paulo Bonfá representa o nosso Brasil e um território que o Rock não era primordial. A faixa titulo, a épica Faroeste Caboclo e a bonita Eu Sei são os destaques. Não morram sem pelo menos tentar ouvir a raiz de nosso Rock.

And Now... The Runaways ( 1978 ) - The Runaways

Nunca você vera um Rock feminino tão certeiro e de qualidade como a das Runaways. Saturday Night Special é tudo que as gatas são : Poderosas.
Em uma batida forte a banda chega ao seu último disco, e detalhe : Lançou ao mundo musas como Joan Jett e Lita Ford. Excelente.

Comentem, elogiem, critiquem, mas não esqueça de ficar na expectativa para a próxima grande e dificil lista. Que dor de cabeça, rs.


Vamos votar e ajudar pessoal.

Abraços e até a próxima.

Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados