terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Pink Floyd - E o destino foi traçado ( Parte 8 )


No último post da série Pink Floyd dissecamos os dois últimos discos da banda, A Momentary Lapse Of Reason ( 1987 ) e The Division Bell ( 1994 ), ambos marcando uma fase muito conturbada. No texto de hoje, confiramos o que aconteceu com o fim de uma das maiores bandas de rock e o destino de cada integrante.

Syd Barrett :  Syd Barrett foi a primeira perda da história da banda. Devido ao seu forte problema com drogas, o músico após a sua saída lançou dois raros álbuns solos. Morreu em 2006 aos 60 anos de idade.

David Gilmour : O Pink Floyd nunca encerrou suas atividades oficialmente, mas de fato se perdeu depois de The Divison Bell ( 1994 ). Enquanto isso, o músico  conciliou com uma consistente carreira solo, que ganhou ainda mais êxito dos anos 2000 pra cá. De todos, foi o que melhor se deu bem após o final da banda, principalmente com belos discos ao vivo.

Roger Waters : Mesmo saindo prematuramente, Roger Waters lançou dois discos solos pouco requisitados e trabalhou em algo inédito em sua carreira, uma ópera. Seu feito de maior destaque foi o concerto The Wall em 1990, marcando a queda do muro de Berlim no final da década de 80. Uma turnê que continua na ativa, maravilhando o mundo pela sua qualidade e genialidade.

Richard Wright : Foi o segundo membro a sair da banda, consequentemente afetando completamente a harmonia existente. Wright lançou três discos solos,  e voltou a colaborar com Gilmour e Mason nos dois últimos discos.  

Nick Mason : Mason seguiu com seu carisma e bom relacionamento com todos integrantes, se aventurou em uma nova banda, algumas parcerias e também como produtor. Em 2005 participou do reencontro inesquecível da banda, que ficou conhecido como Live 8.


" O gigante voltou "

O Live 8 foi idealizado pelo mesmo cara do Live Aid, o evento que marcou o dia internacional do Rock.  Bob Geldof, com o mesmo objetivo que o Live Aid, ajudar a acabar com a pobreza no mundo, chamou diversos artistas e bandas consagradas. A tão esperada reunião do Pink Floyd foi anunciada, um eventos inesquecível para o mundo da música. Desde 1981 que Roger Waters, David Gilmour, Nick Mason e Richard Wright não se apresentavam juntos.

E definitivamente entrou para a história, o dia em que o gigante voltou. Em uma apresentação fantástica na Inglaterra, as diferenças foram finalmente deixadas de lado, e sem dúvidas, bateu aquela saudade de um tempo que nunca mais voltará. Apesar de propostas milionárias para uma possível turnê de despedida, todos acharam melhor ficar por aquilo mesmo.

Difícil mencionar porque tudo acabou. Mas temos que entender que eles são irmãos, e irmãos se amam e brigam. Mesmo que não houve uma turnê de despedida, todos sabem que esse show só reforçou o que já sabemos a muito tempo. O Pink Floyd jamais sairá de nossas mentes.

Não posso esquecer também do mítico Live at Pompeii. Realizado em 1972, traz o auge dos britânicos em um dos lugares mais emblemáticos do mundo. Você ao menos já deve ter ouvido falar do famoso vulcão de Pompeia ( Itália ) e suas histórias ?. Uma apresentação histórica que desafiou os limites da banda. Não deixe de assistir !


" Até que ponto eles chegaram ? " 

Então é isso pessoal, esse foi o penúltimo post de nossa querida série do PInk Floyd, não percam por nada o post seguinte, muito menos nossa lista especial que está por vir e também nossa nova enquete.

Abraços !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e sua opinião, pois é muito importante para nós. E lembrando que todos comentários serão analisados e respondidos.

Obrigado pelo comentário e Volte sempre.

Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados