sábado, 22 de setembro de 2012

VMB - Melhorou, mas...


Com mais de 20 anos, o VMB sem dúvidas é o principal prêmio musical nacional. Apresentou grandes nomes e apresentações marcantes, como : O famoso " Vou apertar, mas não vou acender agora " que trouxe o encontro de Barão Vermelho ( Frejat ) e Bezerra da Silva, Caetano Veloso e David Byrne ( papador da música brasileira ) e seu " Vamo fazer essa porra direito ! ". E não muito antigo, no ano passado, Tulipa Ruiz, Marina Lima, Barbará Eugenia, Karina Buhr e o ótimo Edgard Scandurra fizeram um baita show, digno de aplausos. O VMB guardou grandes lembranças durantes esses anos.

E assim chegamos em 2012, e logo de cara, já vemos algumas melhorias que deixou tudo mais claro. Categorias desnecessárias foram extintas e o voto popular saiu dos principais prêmios.  Nessa edição faltou a presença de um apresentador, diferente das edições antigas edições. Marcelo Adnet era o nome mais cotado, mas ficou por apresentar um prêmio.

Todo mundo sabe que a MTV andou muito mal, fez muita merda e até pode ter o seu fim, conforme rolou os boatos por aí. Programas bons foram criados, Vjs novos e que realmente entendem algo de música, foram contratados. Ainda sei que a emissora será novamente um grande polo do Rock N ´Roll. E olha que ela está tentando matar a geração que ajudou a criar, a geração colorida, que não é bem assim que o Brasil precisa. Bom ! Vamos falar da premiação antes que eu prolongue muito o texto.


" Gaby Amarantos foi a consagração da noite, promovendo a música pop paraense. Que fase ! "

Em 2010 o Restart tinha levado cinco cachorros para casa, e no ano seguinte, deixando de ser voto popular ( exceto em algumas categorias ) trouxe uma mudança radical no cardápio do evento. Nomes bons, mas ainda não convencidos, levaram os prêmios. Esse ano, o Rap ainda continua no topo. Racionais, Emicida e Criolo, não chegam a serem ruins, mas gosto é gosto. O Rock praticamente está desaparecido. O único nome que salvou a noite, e que recomendo muito é o Vanguart, com o disco " Boa parte de mim vai embora " os caras certamente são uma ótima aposta. A apresentação do grupo não aconteceu, e a MTV ainda insiste no Marcelo D2 ( já deu né ? ) e Bonde do Rolê. É uma falta de respeito escalar Bonde do Rolê para tocar, e deixar de lado, por exemplo : Paralamas do Sucesso, Frejat, Caetano Veloso, Nando Reis , Ultraje a Rigor e entre outros músicos de alta qualidade. Ainda teve Gal Costa, dando uma aliviada com sua bonita voz, Brothers Of Brazil e o interessante Agridoce da dupla Pitty e Martin.

O VMB acertou muito, mas também errou. A premiação está boa, mas ainda falta muito para ser algo  musicalmente relevante para esse país. Não estou pedindo para ter só Rock N ´Roll, mas que mantenha um equilíbrio, ou seja, que tenha boa música, o que realmente importa, e não o humor e as estrelas que fazem a promoção do evento. E lembre - se  que a emissora nem se preocupou em por o Sertanejo. Já pensou ?

Ta ai embaixo, uma das únicas coisas que a MTV trouxe nesses últimos anos que presta.



E que Detonator queime no fogo do inferno, haha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e sua opinião, pois é muito importante para nós. E lembrando que todos comentários serão analisados e respondidos.

Obrigado pelo comentário e Volte sempre.

Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados