segunda-feira, 12 de novembro de 2012

The Tallest Man On Earth


Kristian Matsson mais conhecido como The Tallest Man On Earth ( O homem mais alto da terra ) já tem 3 discos gravados. O último There´s No Leaving Now, lançado em Junho de 2012, está sendo um sucesso de público.

Sua semelhança com Bob Dylan é inevitável. O músico atua só com seu violão, uma voz bem marcante e um tanto quanto rasgada. Kristian Matsson sem dúvidas tem como influencia e inspiração o mestre Dylan. O estilo dos dois são os mesmo, porém , Matsson não tem uma The Band em suas costas. Como não gosto de comparações, vamos pular essa parte. Bob Dylan foi um nome importantíssimo para o Rock, The Tallest Man, ainda está começando sua caminhada, mesmo que não chegue a ter a mesma e merecida de seu ídolo.

O seu primeiro álbum, Shallow Grave  ( 2008 ) é excelente. Com um Folk - Rock bem elaborado a crítica  o adorou. O destaque fica com a elegante faixa " The Gardener ". O segundo, The Wild Hurt ( 2010 ) conta com a mesma fórmula de seu primeiro registro, ai que entra aquele famoso ditado que time que ganha não se mexe. Ganhou mais prestigio do que Shallow Grave e teve seu lugar como um dos melhores discos de 2010. 

Nesse ano, foi lançado Theres´s No Leaving Now, o meu preferido por enquanto. Uma das preocupações de Tallest Man era fazer um disco lírico, frágil, bonito, que não soasse uma banda de Rock e que fosse bem fiel ao seus antigos discos. Esse álbum é mais leve do que os anteriores, consequentemente mais bonito. " 1904 " é excelente, mas a minha preferida é " Revelation Blues ".

Kristian Matsson é um ótimo artista. É uma das provas concretas que a música boa sendo feito pelos quatros cantos do mundo. Apesar de não ser nenhum recorde de vendas, um estrondo por onde passa e muito menos um cara alto, The Tallest Man On Earth anda fazendo sua parte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e sua opinião, pois é muito importante para nós. E lembrando que todos comentários serão analisados e respondidos.

Obrigado pelo comentário e Volte sempre.

Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados