segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O grito de um rei



Farrokh Bulsara foi um dos grandes nomes do Rock ! Você não conhece esse nome, e acho bom nem tentar pronuncia - lo. É bem mais façil você falar Freedie Mercury, aquele mesmo cara que ficou conhecido por cantar grandes clássicos do Queen e pronunciar pelo mundo inteiro uma das frases mais intrigantes " Nós queremos o Rock, e agora "

É improvável encontrar um rockstar nascido na África e ter feito um sucesso profundo mundo afora como Mercury. Sempre foi muito talentoso e dono de uma voz grandiosa que vem conquistanto décadas e décadas. Seu ínico na música foi através de um humilde piano, onde todos perceberam que ele tinha um dom gigante.

Na faculdade conheçeu o baixista Tim Stafell e assim se juntou ao Smile que continha mais dois talentos : o baterista Roger Taylor e o guitarrista Brian May. Stafell saiu e assim o ótimo baixista John Deacon se juntou formando uma das grandes bandas mundial, o Queen.

A sua carreira no princípio foi bem movimentada, pondo o Queen na forma mais experimental ao lado do Rock Progressivo e Óperas Rock. Deixando seus cabelos longos, pondo o visual Glam o grupo já era grande quando fez a épica " Bohemian Rhapsody ". Depois ao movimento mais Hard Rock e anos 80, pondo para mim a melhor fase do Queen, com clássicos maravilhosos como " I Want To Break Free ", " Kind Of Magic ", " We Will Rock You " e entre muitas outras.

Ainda na década de 80 conquistou com seus discos solos em sua fase pop. Mr. Bad Guy foi muito bem recebido, principalmente com a simpatia de  " I Was Born to Love You " , mas Mercury é daqueles caras que ou você ama ou odeia. Sozinho ele é grande, mas com o Queen ele é genial.  Em 88 ele lança seu segundo álbum, pronunciado apenas como Barcelona, fascinado por Ópera gravou o álbum com  Montserrat Caballé, uma de suas influências.

1991 ficou marcado pelo ano em que nos deixou, vítima do HIV. Em 92 um ano depois de sua morte foram lançado dois álbuns póstumos em seu tributo. Show tributo maravilhoso feito pelo seus amigos músicos, dentre eles estão Robert Plant, Roger Daltrey, David Bowie e Axl Rose. É um dos grandes shows que eu já vi.

Se estivesse vivo completaria 65 anos, mas não estou fazendo esse post por essa data, e sim porque ele merece de certa maneira. Freddie Mercury sempre foi um compositor e poeta magnífico para o mundo do Rock e da música. Mercury nos deixou um grande legado, deixou nada além do que a música e mais uma maneira de se pensar.

Obrigado Mercury !



Semana que vem teremos uma promoção anunciada. Não percam !

7 comentários:

  1. Prezado Guilherme, com o intuito de valorizar mais ainda a informação para os leitores de seu Blog, dou-lhe duas dicas: O baterista do Smile era Roger Taylor e não Roger Daltrey, como você colocou no texto. Daltrey era/foi/é vocalista do GRANDE The Who! Outra é que a música "We Will Rock You" não é da década de 80, e sim do LP "News of The World" de 1977. Mas valeu pelo Post! Abraços!

    Jack Bracan
    http://salada-rock.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. HAHAHA, agora que eu vi que puis Roger Daltrey, rs, mas já mudei, tenho certeza que a intenção foi Roger Taylor, mas obrigado por avisar. Enquanto a " We Will Rock You " clássico é clássico, brilhou muito nos anos 80, 90 e até os dias de hoje. Também fez a cabeça no final dos anos 70 !!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Guilherme
    Adoro as músicas desse cara!!!
    Parabéns pelo post,foi divulgado no blog Teia.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  4. Grande voz, interprete, e compositor. Sou fã, dele e da banda.
    O mundo esta carente de artistas com o kilate dele.
    E também grande maluco, tomou a vida em um copo de Whisky, num gole só.

    ResponderExcluir
  5. Concordo BUYMAZON...ótimo comentário !!!

    ResponderExcluir
  6. O Queen era melhor nos anos 70, na minha opinião. Os álbuns deles eram intrigantes, técnica e estilisticamente. Nos 80, só veio pop rock e new wave convencional... Eu gosto de Radio GaGa e outras radios hits deles dos anos 80, mas comparando, por exemplo, o disco "The Works" (1984) com os dois discos deles de 1974 ("Queen II" e "Sheer Heart Attack"), tem uma diferenca gritante em termos de qualidade e originalidade.

    #longlivetoQueen

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e sua opinião, pois é muito importante para nós. E lembrando que todos comentários serão analisados e respondidos.

Obrigado pelo comentário e Volte sempre.

Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados