domingo, 4 de dezembro de 2011

A indústria musical ?


A indústria musical durante todos esses anos arrecadou um dinheiro que não da para calcular, é só juntar Thriller do Michael Jackson, Back In Black do AC/DC e mais alguns nomes como Elvis e Beatles, a indústria já passa dos 200 milhões.

E não é que ela sofre uma alteração ? É óbvio que a indústria musical sempre vai faturar, mas com a chegada da tecnologia o seus miolos começam a ferver. Antigamente o que se dava conta era o vinil e a pirataria ainda não existia, por isso vemos 20 milhões de cópias em apenas um disco de uma grande banda, hoje, essas cópias dificilmente passa do 1 milhão. Depois do vinil os cds são anunciados, pequeno e compacto é uma alternativa para o vinil, então não tem problema até que a internet entra na vida de todos.

Com a internet descobrimos muitas coisas, eu por exemplo se não tivesse a internet dificilmente iria expandir meu gosto pelo Rock. A vários tipos de consumidores, aqueles que só compram cds ( difícil ), aqueles que só compram de suas bandas preferidas, mas usam a internet para fazer seu meio musical ( fácil ) e aqueles que não compram nada, só usa a internet ( muitíssímo fácil ). Dos três eu sou o terceiro, aquele que só usa a internet, mas que compra em vez de quando uma relíquia pelos cantos. 

A indústria tem direito de ficar brava por não ganhar o que ganhava a 30 anos atrás, mas quem tem que fica " puto " são os artistas, que lançam um disco e ele já esta na internet sendo ouvido por milhares de pessoas, e isso, sem pagar nada ! Fácil não ? Se eu fosse um artista eu não iria ficar bravo, mas não tem coisa melhor que seu disco chegar ao topo das paradas com mais de 10 milhões de cópias vendidas, infelizmente hoje é impossível.

Ter a Internet como principal pólo da indústria musical hoje tem seus prós e contras. O contra é que rende menos, e o pró, é a divulgação das bandas. É mais fácil você fazer sucesso pela internet, pelo seu público do que sem utiliza - la. Fique pensando quantas pessoas começaram a gostar de Rock depois da chegada da internet ? Muitas, esse público se renovou e tirou o Rock do esquecimento, que já estava anunciado. A tia ali ouve sua música, gosta e poi no twitter, que ai a amiga ouve, gosta e divulga,  e assim vai.

Como ainda somos consumidores para a gente tudo isso é bom, para as bandas isso não é bom, mas depende do ponto de vista e a internet valoriza a indústria, e a indústria tem que se adaptar a essa geração, para que os dois saem ganhando. A billboard por exemplo, eu acho que eles selecionam os artistas pela internet, não deve importar quantos discos estão sendo comprados, só quantas visualizações estão sendo feitas pelo youtube.

 " Na natureza nada se cria, tudo se transforma ", é mais ou menos esse ditado da indústria musical. Com o sucesso o artista gera dinheiro, mas nem todos tem toda essa sorte, não vi ainda uma grande banda de Rock surgir as custas da Internet, se tiver, me avise, porque eu quero ver. Alternativas foram feitas como vender músicas para download, álbuns mas sempre tem um furo e essa música vai parar em outro site, que vira tema de vídeo para o youtube, que é copiado e assim vai.

Eu não reclamaria dessa atual indústria, mesmo se eu tivesse uma banda. Iria ser bom para começarmos, e como o sucesso gera o dinheiro.... Mas tudo iria se reduzir, a indústria vai ganhar menos e a banda também. E terão que se contentar que os shows já viraram parte da internet, em que rede sociais fazem shows ao vivos a troco de visitas.

A grande questão é que a indústria que esta acostumada a ganhar milhas e milhas e deve se adaptar a essa geração, favorecendo a todos. Ela, os artistas e os consumidores.

E você ?
O que pensa a respeito ?
Tem alguma ideia para o futuro ?
Esta feliz com essa indústria ?

2 comentários:

  1. A internet também foi a grande responsável por eu conhecer o que conheço hoje.

    Mesmo assim, não abro mão de adquirir um lançamento que baixei da internet ou qualquer outro disco...

    Quanto a indústria, não estou totalmente satisfeito com ela... Preços muito altos. E é por isso mesmo que muitas pessoas fazem da rede sua única ferramenta de conhecimento musical.

    Muito bom o post!

    ResponderExcluir
  2. Véio,
    A situação é um pouco diferente.
    O artista não ganha quase nada nada (pra não dizer nada) sobre os discos vendidos. Quem ganha é unicamente a gravadora.
    Ou seja, é ótimo ver os fdp, tomando... rsrsrsr
    É bem lógico de ver, que você pode lançar um cd pra ser vendido por R$10,00, mas os fdp preferem lançar a muito mais, devido estarem acostumados, ao que sempre fizeram.
    Hoje a indústria fonográfica está quebrada, por não querer trabalhar com lucro de 80%, e sim com o que estavam acostumados, 500%, ou seja é hora de quebrarem mesmo!
    Se entendo um pouquinho de algo, é disto.... rsrsrsr

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e sua opinião, pois é muito importante para nós. E lembrando que todos comentários serão analisados e respondidos.

Obrigado pelo comentário e Volte sempre.

Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados