domingo, 14 de outubro de 2012

Pink Floyd - Ecos, apenas ecos ( Parte 3 )



Depois da saída de Syd Barrett e seus dois bons discos piscodélicos, a banda se adentrou no universo progressivo. David Gilmour assumiu a guitarra do grupo e elevou a qualidade técnica. Saiu então um grande disco, o lindo More. Em seguida o conjunto lançou Ummagumma.

Chegamos então a Atom Heart Mother, aquele mesmo disco que tem aquela famosa vaca em sua capa. O primeiro lado do álbum é dividia em seis partes. É uma viagem sonora grandiosa onde apreciamos uma orquestra competente, além da dedicação dos integrantes, que se preoucuparam em deixar tudo muito bem feito.

O segundo lado já entra as composições. " If " é uma bonita canção cantada por Roger Waters, apresentando também um baita de um solo de Gilmour. Há alegre e dançante " Summer´68 " vem adiante com a boa e subestimada voz de Richard Wright. Apostando em belas canções o Pink Floyd foi levando essa fase da carreira a sério. O maior exemplo disso é " Fat Old Sun " cantada suavemente por David Gilmour. Após estas três faixas, a sequência instrumental volta com a intensa " Alan´s Psychedelic Breakfast ".

Lançado em 1970, Atom Heart Mother é um disco muito bom, chegando aos pés de More, lançado em um ano antes, em 1969. Já em 1971 a banda estava se preparando para um novo disco. Mais um que seria decisivo para a carreira do Pink Floyd.


" David Gilmour e Roger Waters "

Meddle pois um pouco de lado a fase doce de Waters e Gilmour e colocou a prova a potência da banda. Logo de cara já percebemos o que o compacto seria, a instrumental " One Of These Days " é um Rock potente, que certamente deixou muita gente babando na época. " A Pillow Of Winds " foi uma das primeiras que trouxe a dupla Waters/Gilmour nos vocais juntos. " Fearless " é um boa faixa, trazendo uma participação especial da torcida do Liverpool ( Famoso clube do futebol Inglês ). " San Tropez " é bem bonitinha, e para fechar o primeiro lado, " Seamus "  de apenas dois minutos é um blues bem tocado pela banda, apoiado por um cachorro que não para de latir sequer um minuto.

O segundo lado é a famosa " Echoes ". Muitos já ouviram falar dessa música de 23 minutos, mas nunca ouviram. Eu diria que é um álbum a parte, pela duração e complexidade que a música passa a você. Se você notar, " Echoes " lembra bastante em alguns momentos, partes do aclamado Dark Side Of The Moon. Para David Gilmour, Meddle é um dos seus álbum preferidos.



-----------------------------------------------------------

No próximo post dedicamos o espaço especialmente para Dark Side Of The Moon, e com uma pequena parte ao seu antecessor Obscured By Clouds.

Veja também :

A origem da viagem
Está na hora, címbalo 

Até a próxima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e sua opinião, pois é muito importante para nós. E lembrando que todos comentários serão analisados e respondidos.

Obrigado pelo comentário e Volte sempre.

Todos artigos são publicados por Guilherme M, exceto onde os autores são citados